quarta-feira, 15 de abril de 2015

Feliz Páscoa!

“Não vos espanteis!
Procurais Jesus de Nazaré, o crucificado.
Ressuscitou, não está aqui.
Vede o lugar onde o puseram.
Mas ide dizer aos seus discípulos e a Pedro que
ele vos precede na Galiléia.
Lá o vereis como vos tinha dito”.

Mc 16,6-7


Das maravilhas que o Evangelho anuncia muitas coisas nos fazem, agora, refletir. É pelo fim que, ainda hoje gostaria, de, junto a você, ler o que Marcos nos convida. Onde será a Galiléia? Um lugar? Um coração? Um sentimento? Não seria a Galiléia um sinal? Sinal mais belo de que a morte foi vencida? É pra lá que nossos olhos nos apontam, é pra lá que o Senhor quer que vamos todos! A Galiléia de um mundo em pé de guerra onde a força de um frágil evangelho quer chegar?

Mas por que Pedro neste anúncio tem primazia? E é mencionado em destaque aos demais? E não seria porque seus olhos estão mais fundos? Do choro triste que três vezes foi lembrado? E o Senhor na sua grande compaixão, recorda, agora, do discípulo mais sofrido?

A quem procuram? Jesus? O nazareno? Crucificado? Três nomes belos que contemplam uma pessoa: o salvador Verbo Encarnado; o galileu de passos cheios de poeira; o Senhor de braços débeis numa cruz! Mas é sem saber que procuravam a Cristo Ressuscitado!

E no arché deste texto uma lembrança. Lembrança esta que escutamos desde Abraão. Se vais pisar em terra nova não te espantes; se vais falar ao Faraó não temerás; se és profeta das nações não te intimides; se és levado aos pés de reis não te incomodes. É por isso que o jovem diz a três mulheres, na aurora de um dia que jamais será esquecido. É por isso que digo hoje a você: não te espantes! Agora já não há mais silêncio que amedronta, podes gritar em plena voz e muito alto porque ELE, agora, já se levantou!!

Feliz Páscoa!

Nenhum comentário: