quarta-feira, 9 de julho de 2014

Peregrinos

Conterrâneos que somos aqui
neste mundo sem eira e nem beira
Neste universo de luzes distantes
umas delas mais fortes que outras

Cada vez que se passa um dia
mais aumenta a angústia de muitos
Cada dia que passa
mais um
aproxima-se do dia infinito

Caminhar é questão de coragem
Parar é questão de descanso
Descansar muito tempo é ruim
a coragem se transforma em preguiça

Conterrâneos sem eira e nem beira
nesse mundo que somos aqui
Acendendo as luzes da mente
com a força de bons corações

Nenhum comentário: