domingo, 28 de julho de 2013

Quinze anos

Silêncio. Silêncio apenas. Silêncio e dor. Dor e saudades. Dor e lembranças. Foi naquela tarde de terça-feira, há quinze anos. Ali naquele dia. Um dia longo, triste, frio. Não pela ausência do sol. Ele estava lá. Frio pela ausência da pessoa, dela, minha mãe! Ali, naquele dia, ela se foi. Ali, naquele dia, fiquei. Nunca me senti tão deixado quanto naquele dia. Mas foi assim. Há quinze anos. Silêncio. Silêncio apenas. Silêncio e dor. Dor e saudades. Lembranças alegres, porém!

Nenhum comentário: