sexta-feira, 5 de abril de 2013

A Ressurreição de Jesus



Uma coisa é certa: non est hic, sed surrexit! (Lc 24,6).

Reflexões em torno da Ressurreição do Senhor.

Inicio nesta postagem uma série de publicações sobre a Ressurreição do Senhor. Aos poucos os textos irão aparecendo para a apreciação de todos (as) os (as) leitores (as).

Quando comecei a ler sobre o tema mais detidamente, encontrei em quase todos os artigos uma primeira fala dos autores mencionando, ora, o caráter de desprestígio da linguagem da ressurreição em nossos dias, ora apontando as formas alternativas de se falar sobre ela que aparecem, inclusive, - e isso é muito sério - nos próprios círculos teológicos. Para muitos teólogos e pastores de hoje, a linguagem da ressurreição pode significar, como diz Urbano Zilles, “uma humilhação para a inteligência” (ZILLES p.237).

Faz-se muito importante, para começo de conversa, situar o aspecto da redação de alguns textos do Novo Testamento. Embora sendo isso sabido de muitos é necessário retomar este ponto que é responsável por grande parte dos equívocos na abordagem sistemática dos eventos. É assim que entramos no miolo de nossas considerações.

continua ... 2ª Parte

Nenhum comentário: